Um novo partido para o Presidente Bolsonaro


Depois de um desfecho de desgaste entre o Bolsonaro e o seu atual partido. O Presidente anuncia um novo partido que será: Aliança pelo Brasil.

Antes disto ele que não é bobo nem nada. Irá dar uma rasteira no seu algoz Bivar, líder do PSL.
Decretando o fim do seguro DPVAT ele acabará com a farra das fraudes, e de empresas que se favorecem deste 'artifício' para enriquecer, ou ter um comércio licito em meio a um seguro de trânsito. Lembrando que o líder do PSL tem uma empresinha deste tipo que citei, logo uma retalhação.

O fim do DPVAt já esta sendo decretado pelo Presidente.

Fazendo este novo partido. Não se sabe se o seu filho que é um deputado poderá embarcar nesta. Afinal, segundo as regras, a candidatura é do partido e não da pessoa.
Já o outro filho (o mais cabeludo) é Senador e logo poderá migrar para o novo partido do Presidente.

Agora vamos deixar este texto mais lúdico.

Gosto de usar este termo nos meus textos para resumir pessoas oportunistas.
Chupim.
Na natureza, o pardalzinho tico-tico, faz o ninho bota seus micro ovos e espera chocar, só que não, neste meio do caminho um pássaro espertalhão vai e bota o ovo no ninho do trabalhador do tico-tico.

Nasce o Chupim que grita e berra querendo comer toda a comida do mundo para alimentar sua pança desenfreada.



Foi mais ou menos isto que ocorreu com certos nomes que aproveitaram o populismo do Bolsonaro para se eleger de modo entusiástico e bem popular.
Os chupins que lembro são estes:





Tantas pessoas que levantaram a bandeira da moral e dos bons costumes e abocanharam uma cadeira em lugar privilegiado, e utilizaram dingos do Bolsonaro para se Eleger e simplesmente viraram a casaca!

Tipo assim: o chupim cresce e observa que de um modo estranho é grande e não precisa do seu mantenedor, logo voa, logo acha-se  no direito de opor as ideias de quem os criou.

Deste modo o Bolsonaro se encontra com o PSL. Um partido que é o Bolsonaro, todavia, nomes querem de todos os modos se opor a criatura e ter seus minutos de fama.

Até parece aquela coisa bíblica da rebelião de Isaías, não vou me adentrar no teologuês. Entretanto, o partido PSL precisava de unir forças com o seu presidente eleito.

Não conheciam a personalidade dele?
O moldando para ser assim?

Aguentassem fortes ao Capitão e ajudassem no que é preciso.
Agora  o Presidente aos cacos precisando criar um partido correndo de tudo para dizer. Este partido mando eu.
Pois, na imensa maioria do populacho quem manda no PSL é o Presidente. Quando pegavam um santinho do PSL para votar, o povo menos instruído sempre associava ao Bolsonaro.

Complicado será ter que:

Se reerguer, criar partido, entender o que acontecerá com o PSL seria oposição?
E governar o Brasil, coisa que deveria ser a única e exclusiva preocupação de um Presidente da república!

Escrito em 12 de Novembro de 2019

Nenhum comentário:

Recentes aqui no Blog

Pesquisar este blog