O Sentido da Vida (Lucas José)


Eu estava correndo para o trabalho quando algo caiu em minha direção, parece algo vindo do céu, era uma garrafa, e nela estava escrito: ‘Sentido da Vida’, eu bebi um pouco daquele líquido inebriante, era uma mistura de doce e amargo. Senti-me entorpecido e de repente uma força misteriosa me levara para o ‘além da realidade’. Viajando através do espaço acabei-me dando de cara com um ser misterioso, eu não conseguia ver-lhe o rosto, era todo escuro, mas teus olhos eram como estrelas que brilham sobre o infinito, teus cabelos escuros e grandes, parecia um gigante com aquela túnica à cor da galáxia.

- O que é você?
- Eu sou o guardião da verdade absoluta.
- Quais verdades?
- Todas! A verdade de tudo!
- Você tem nome?
- Não! Não preciso de título para ser intitulado, nomes para ser nomeado ou apelidos para ser apelidado, sou apenas um guardião e esta é minha condição.
- Posso te fazer algumas perguntas?
- Pergunte o que quiseres.
- Qual é o sentido da vida?
- Quer encontrar o sentido da vida?! Então viva a tua vida e encontre teu próprio significado para viver.
- O amor existe?
- Amor? É o que os humanos dizem, eles dão título e significado para todo o significante. Há uma essência para cada bom sentimento que se traduz em ações e fatos.
- Deus existe?
- Não posso revelar; isto o teu coração dirá.
- O que é o ódio?
- O ódio é a ausência de amor, o ódio não existe, o que existe é a essência, a ausência dessa essência natural causa o não-natural.
- O que é essa essência?
- É a essência da vida, e a ausência dela é a morte! Tu existes porque tens uma essência, e tudo que existe é porque tem uma essência. O ser humano vive procurando encontrar o sentido da vida, mas esquece-se de viver a própria vida. O ego humano não aceita o sentido da vida alheia e isto causa um caos total!
- Mas por que diz isso?
- Te proponho a ver com teus próprios olhos.
- Ver o quê?
- Olhe! A tua amada terra, humano. – Materializa-se a imagem do planeta terra dentro de uma esfera.
- Como isto é possível?
- Nunca julgues o que não se pode ver, em um espaço longe da imaginação do ser humano, tudo é possível! Olhe! Os homens lá embaixo, só vivem em guerras causadas pela política, religião, e falta de amor ao próximo! Algo que era para trazer a paz, o amor, a razão, o bom senso, é o que está causando a guerra, o ódio, a falta de discernimento e um mau senso. Muitas pessoas viveram no mundo pregando a paz e o amor, mas parece que as pessoas não entenderam o que aqueles grandes sábios queriam dizer ao mundo.
Os pais matando os filhos, os filhos matando os pais, jovens que se perdem nas drogas, crianças cada vez mais maliciosas, doenças transmitidas de todas as formas, fome! Injustiça! Preconceito! Famílias se destruindo, casais se separando, mulheres abortando, rios, ar, ruas poluídas e a mente do homem ainda mais poluída, a maldição do dinheiro, a ilusão do poder e o poder da ilusão! As armas que no começo eram usadas para a caça, agora são usadas para caçar o próprio caçador, a perdição do homem é o próprio homem. Tanto ódio só gera mais ódio! Quem está ausente de amor é porque não conhece a força do verdadeiro amor, o amor que é mais poderoso, poderia resolver tudo isso, mas agora imagine um lugar sem amor, que está ausente de amor, o amor é poderoso, mas a ausência de amor é uma bomba atômica!
- Eu sei que meus irmãos terrestres estão precisando de amor, de união, de paz, mas porque está me dizendo tudo isso?
- Estou lhe dizendo isso porque não lhe trouxe aqui para passeio, tu procuras o sentido da vida externamente, mas estavas dentro de tu o tempo todo. Sou o guardião da verdade, está é minha condição! Não tenho como resolver os problemas da humanidade, mas tu podes, se quiseres, tu podes.
- Mas quem sou eu para mudar o mundo, eu não sou ninguém, sou o menor dos grãos de areia, sou a menor das gotículas de água, sou o menor pó de estrela, sou o menor dos seres humanos.
- Atitude, coragem, fé, otimismo, amor e uma série de outros títulos poderiam ser usados neste contexto, o que importa é que sejas humilde, e não desista de teus sonhos, não desista da vida, se tu queres de verdade, tu conseguirás, porque um sonho deixado de lado não vai passar de sonho, mas quando tu corres atrás do que acreditas, o sonho passa de sonho para realidade. Então vai lá e mostre que com cada grão de areia se faz ilhas, com cada gotícula de água se faz oceanos e com cada pó celeste a estrela se faz brilhante como o sol. Seja grande, o mais grande que puder, de espírito! Vai lá e mostre o verdadeiro significado de viver.
Sabe o que me faz acreditar na melhora do ser humano?
- O quê?
- É a essência desse título chamado amor! Eu não tenho muito a fazer, então, gosto de ver o que os humanos estão fazendo. Gosto de ver o sol aquecendo a terra, a chuva molhando as plantas fazendo uma orquestra de sons temperados, cada estação do ano, a neve, o orvalho, o desabrochar de uma rosa, as folhas se soltando, o vento carregando cada pétala de um campo florido, a aurora boreal, o dia que nasce bela-mente a cada canto do planeta, a noite dos apaixonados, as núpcias dos casais idolatrados, a valsa dos planetas sobre o cosmos, o movimento da Via-Láctea, a imaginação fértil dos poetas, a sabedoria dos sábios, a teoria dos filósofos, a busca incessante dos cientistas à procura da verdade, cada abraço apertado, cada sorriso sincero, cada olhar meigo, cada beijo secreto.
Há uma infinidade de coisas maravilhosas a serem vistas pela galáxia, há uma infinidade de coisas boas no mundo, mas o ser humano não sabe aproveitar. Eu torço por ti, meu amigo, vai, eu acredito em ti... Agora tu precisas ir... Adeus...
– O guardião se desmaterializou. E não sei como, mas voltei do ‘além da realidade’, nossa! Isso foi surreal!
Eu estava de volta à terra, pude novamente respirar o ar e sentir a vida, sentir a essência da minha vida. Perguntei a mim mesmo se Deus existia e meu coração disse que sim porque estava sentindo a força do Amor Divino em mim. E mesmo decepcionado com meus irmãos terrestres, eu ainda estava cheio de amor para com a humanidade, e cheio de dúvida sobre o futuro do futuro da humanidade, será que as crianças de hoje cuidarão do planeta amanhã? Deus existe? Sim! Este é o sentido da vida, aliás, quem mais poderia ter criado este colosso que é o universo? Só Deus para conhecer teus mistérios.
Percebi que eu tinha uma missão no mundo, algum propósito maior para o bem da humanidade, quero deixar no mundo meu legado e ser lembrado por algo bom que fiz no mundo, esta é a minha meta, este é meu sonho, mostrar o amor ao mundo e resolvi começar subindo um degrau de cada vez, tudo a seu tempo, na humildade de minha humanidade interior, fazer o bem e praticando o amor começando pelo meu trabalho. 

Nenhum comentário:

Recentes aqui no Blog

Pesquisar este blog