Contos Waldryano

Os obrigados

Os; obrigados
Você é obrigado a pensar como os outros pensam
Agir como é correto agir
Os obrigados
Você é obrigado a sorrir aos inimigos
Das palavras?
Ponderado e preciso

Agir é conforme é
OBRIGADO

Agora mesmo lê
E age com repugnância

Pois te ensinaram
O B.A. ba da
Constância

Que poema é:
Mundo mundo vasto mundo
Eu sou obrigado a te dizer que não
Você não é obrigado
A viver de modo condicionado

Like pra que?
Você precisa ser você
Sempre

Sem a maquiagem da hipocrisia
A métrica da rima perfeita
Que te obrigaram a seguir

Obrigado
Meu muitíssimo obrigado
Deixe a máscara cair e

Viva!
Pare de agir conforme te disseram para agir!
Você é o dono do seu destino
Sua vida lhe pertence

Seu eu criativo é seu
Não seja moldado
Com os moldes do passado
Escreva certo
Mas também escreva errado

Não seja uma abelha igual nesta comédia
Que é o comodismo

De agir conforme é o Certo
Merda?
Falei merda!
Posso falar o que eu quero
Posso quebrar as palavras
Pra te causar impacto

E você pode entender
Que és sim um ser onisciente
Que precisa

Receber
Decodificar

Não simplesmente tudo aceitar
A propósito
Meu muito obrigado
Chegastes até aqui sem ser obrigado.

Recentes aqui no Blog

Pesquisar este blog