Contos Waldryano

Ladra

Ladra
Eu te dei meu coração
E você roubou do nada

Ladra
Nossos sonhos
E projetinhos

Você levou contigo
Roubastes pois me pertencentes
Crescestes com isto
Não!
Ladra Roubaste o meu ♥
Deixo essa mensagem
Para você entregar a ela


Ladra, malandra
Vem com jeito doce
Depois você me engana

Ladra, na cama eras uma meretriz
Agora entendo, usava-me
Depois você não me quis

Porém, devolva!
Meu coração não lhe pertence

Ladra
Ladra
Ladra

Eu te amo, ordinária inconsequente
O amor, é este rasgo
É este estrago

Volte!
Precisamos conversar!
Não faça deste sentimento
Um torpe veneno

Ladra
Eu te necessito

Pra acabar com o meu lamento

Recentes aqui no Blog

Pesquisar este blog