Descartes do Amor

Penso logo existo
.
.
.

Não
.
.
.
Só existo pois te dei o meu coração

O que fizestes?
Espremestes
A minha emoção

Acabastes comigo
Então?

Penso logo existo
Por quê?

Por que eu fui amar
Você

Por quê
Por quê
POR QUÊ?

Por que me fez pensar
Que poderia me amar
E fez me entregar

Completamente
De corpo e alma a este
Amor

Por que me fez pensar
Que era amor?

Eu preciso
Pensar em outra coisa

Sei lá;
Preciso amar

Penso, logo existo
Mas o meu existir
Tem que ter você

Entenda!
Deus, atenda minha súplica
Demonstre a ela minha existência

Postagem em destaque

E se

E se algum ente querido tivesse morrido? E se um tapa na cara fosse o fim de um romance? E se o meu cachorrinho tive...