Contos Waldryano

Âncora

  
Senhor tú es meu refúgio minha fortaleza, sou seguro contigo
Âncora  
Posso ouvir sua doce voz chamando-me
Ao deserto sei que me guias eu irei.
Não sei o que me espera, Mesmo assim eu vou.
E nesta viagem Senhor,
Se eu perco o controle,
Seja meu centro.
Se em dificuldades eu estou,
Seja meu refugio.
E se minha Fé se for, Seja minha esperança.
E quando ruge o mar, seja minha âncora.
E na prova tu me guardarás,
Pois eu sei que suas promessas, na minha vida se cumprirás.
Guardo esta certeza dentro do coração.
E nesta viagem Senhor,
Se eu perco o controle,
Seja meu centro.
Se em dificuldades eu estou,
Seja meu refugio.
E se minha Fé se for, Seja minha esperança.
E quando ruge o mar, seja minha ancora.
Tu és meu centro, meu refugio.
Minha Esperança que me Salva.
Se eu perco o controle,
Seja meu centro.
Se em dificuldades eu estou,
Seja meu refugio.
E se minha Fe se for, Seja minha esperança.
E quando ruge o mar, seja minha 

⚓. 

▶▶▶✝◀◀◀

Recentes aqui no Blog

Pesquisar este blog