O gato

Gato safado doidinho no Cil
Olhou para ela a mais gata que viu

Correu atrás
Ela miava
Não querendo

Mas o gato era Jaguara
Logo, lhe deu uns arrepio

Gatos safados doidinhos no cil

A gata marota
Correu ninguém viu

Aquela miada
Doida na madrugada

Nós Gatos já sabemos bem

Ela quer o seu gato
Porém são os gatos

A gata corre
Pula pelo telhado

Faz joguinho
A gataiada
Adora

Pense nas miadas
Ela quer o seu gato

A gatinha branquinha
Quer o gato preto safado

O que ganhou na malemolência
A disputa

As miadas são bem assanhadas
E o telhado iluminado
Com aquela lua

A gatinha mia
O gato parte pro abraço

Ambos caem do telhado

Naquele amor de gato

De entrega
De loucura
De ousadia

O amor do gato e da gata
Eu olhando da janela

Aquele amor safado

😸

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sombra do onipotente habite nos seus caminhos...

Postagem em destaque

E se

E se algum ente querido tivesse morrido? E se um tapa na cara fosse o fim de um romance? E se o meu cachorrinho tive...