Contos Waldryano

Ame-se

Por muitas vezes na vida e em verso você escreve: Amor.
Porém o maior amor é o amor próprio

Ame-se

Pois mais clichê que possa parecer a constatação a seguir é verdadeira:
Entre milhares de espermatozóides, o que te fecundou venceu a batalha

Ame-se

Sempre um vai te chamar
Preto, branquela
Baixinha, altão
Gordo, magricelo

Desculpe o palavrão:
Foda-se o que os outros pensam de você

Você tem que saber que você é um milagre neste cosmo existencial

Melhorar é com você
É você sempre que terá a auto crítica de dizer

O que está certo
Ou o que precisa ser mudado

É você, somente você
O piloto desta sua embarcação

Não se deixe pegar nos mi mi mi da vida

Ame-se

De um jeitinho só seu você é lindo (a)
Deus te fez forma certa

Sua voz é única
Seu cabelo é único
Seu tamanho é certo
Sua pele? Só sua
E você é perfeito!

Peça a Deus saúde

O resto corre atrás

Tudo sempre dá certo
Mas você precisa se amar
Incondicionalmente!

Serve pra mim poeta?
Claro é o meu grito de guerra diário

Mas serve pra você
É bem você psite aí do outro lado

Tamujuntos nesta de se amar
Além da conta

Ao rimar amor
Pense:

Eu me amo

Nenhum comentário:

Recentes aqui no Blog

Pesquisar este blog