Translate

Bolsonaro No Jornal Nacional





Hoje é o dia de Comentar do nosso Trump Tupinikin: Jair Bolsonaro. Lembrando que eu (Waldryano) não sei ainda em quem votar e vou tentar ser imparcial nos comentários aqui da entrevista dele ao JH do dia 28 de Agosto de 2018.O Herói de muita gente, quase caiu na plataforma giratória pirotécnica da entrevista. Algo interessante para o entrevistador ficar cara a cara com o entrevistado. O homem estava com uma cara de cachorro bravo e acuado já disse pros dois entrevistadores: - Vou ser fuzilado, pois parece uma plataforma de fuzilamento para o Bolsonaro.Foi?

O Bonner como já devia de imaginar, quis desqualificar o Homem, citando-o como politico de profissão. Tem filho politico também não é? Tipo geitão Globo de Ser, gastar o tempo precioso com anedotas, penso eu, que só gastam o tempo.

E o Senhor Bonner falou na cara dele que ele não entende de política, e precisaria de um testa de ferro pra guiar o Brasil. E aos desavisados de plantão que acabaram de ligar a televisão naquele momento ouviram o Bolsonaro falar de casamento com outro homem. Pode? Tava falando que confia cegamente no amigo economista Paulo Guedes.

Deu aquela cutucadinha básica no Bonner falando de divórcio, e o tom de voz dele, estava bem alto comparado ao Ciro Gomes:

-O Homem é porreta!
Parece pronto pra briga.
Um Silas Malafaia (opinião pessoal) que ganha no Grito.
E O Bolsonaro, disse não conhecer de economia e citou o governo Lula, e após o da Dilma (esta que sabia tudo de economia afundou o Brasil na lama que estamos).
Disse que tal como o Lula confiou em um bom Ministro vai confiar no seu amiguinho se ganhar.
E aquela linha editorial Globo de acusar e tirar foco de proposta, para deixar o candidato sem tempo de nada, senão de se defender. Continuava o fuzilamento.
A Renata citou que as mulheres exemplo: Na sua maioria ganham Exemplificando. 85 reais de salário enquanto os homens ganham 100 reais.
O Bolsonáro, Escutou a moça falar aquilo. - Quicou eu marco. Já estava pensando.
Soltou uma da boa. -Você deve de ganhar menos que o Bonner aí... Tipo desqualificando o entrevistador, tão Bolsonaro de ser.
A moça se viu irada, tentando de todos os modos responder a altura, enfim, tirando o foco por um momento do assunto que era ele: -Bolsonaro. Para se defender, como a representante, das mulheres em argumento e bancada. Gostaria de deixar claro aqui. Que naquele caso. o Bonner esta há décadas no Jornal Nacional, e a Renata acho não ter tanto tempo assim de bancada principal da Globo, logo, por esta razão acho que ela ganha menos. Mas não veio ao caso.
O caso é que uma realidade foi exposta pela Renata, machismo, e falta de empoderamento financeiro é algo digamos corriqueiro na nossa cultura, quiça no mundo, ela só citou, e pareceu-me sem resposta tal assunto.
Outra pauta nada haver, isto é um problema cronico, o Bolsonaro só surfou no que infelizmente ocorre sem medida na história.
Bora pra outra pauta.
Homofobia. Esta é das boas, e este sem sombra de dúvidas é a cereja do bolo de qualquer telespectador sobre esta entrevista. E estava eu lá querendo ouvir o ‘barraco’ posso citar barraco, pois o tom do Bolsonaro era alto e ele era veemente nas respostas.
A Renata, fez citações de diversos discursos do Bolsonaro sobre este assunto.
E o Bolsonaro esperto que só, voltou pra aquele assuntinho batido (porem verdadeiro) da planilha que fizeram pra entregar nas escolas publicas, ondem queriam educar as crianças sobre serem o que elas quiserem ser, sensualizando crianças que devem ser crianças e não deve passar nem perto de assuntos deste tom. Eu vi esta planilha e senti que é algo digamos tendencioso este assunto, não vou adentrar aqui pois é bastante amplo. Mas o Bolsonaro trouxe o panfletinho e queria que o Bonner mostra-se, tal qual o do Ciro (o de como vai tirar os endividados do Serasa) não foi permitido mostrar.
Mas lembro que vi no Fantástico a globo mostrar uma creche onde as crianças poderiam se fantasiar do que elas quisessem ser, no momento das brincadeiras lúdicas. A pedagoga da reportagem dizia: -Se a menina quiser ser a Cinderela, e trocar pra super homem, pode. Tanto ela quanto o menino. A Globo mostrando esta reportagem fez me entender o seu posicionamento nesta de igualdade de gênero. Assuntinho complexo, mas o assunto tava ali na frente da Renata. Bolsonaro. Me rolou um dejavu.
Outra pautinha.
Segurança. Olho no olho. Nossa ele é bem :-Vamos encher o nossos policiais de munição e sair atirando. Se eles tem fusil nós teremos um tanque de guerra!
Tipo assim eu fiquei sem chão com tanta barbarie de comentário. Nada que nunca tivesse ouvido antes. Mas é ao menos interessante.
E por fim o Bonner falando do vice do homem. O Bolsonaro diz duas ou três palavras. O Bonner cita intervenção. E de novo a historinha do golpe de 1964.
Pra quem não sabe, o Bolsonaro passou por uma sabatina e veio a mesma pergunta em outra entrevista. Bolsonaro veio com um posicionamento do Roberto Marinho, que em 1984 era a favor do golpe e da ditadura. No dia a Miriam Leitão (jornalista da poderosa) gaguejou lendo o ponto eletrônico sem chão sem saber o que dizer.
O Bonner foi curto e grosso dizendo.
-Já fizemos um editorial e isto não vem ao caso aqui. Agora um minuto pra você Bolsonario fazer o vídeo do que pais que você quer para o futuro. celular na horizontal por favor.
O Bolsonaro fez questão de citar sua índole Cristã e de ser a favor da ordem e segurança. Naquela hora, eu só lembrava das cutucadas básicas dele na vida pessoal do Bonner e do Salario baixo da Renata.




opinião

Nenhum comentário: