Contos Waldryano

Contos Lucas José

Guia prático para escrever um livro [Capítulo 04]

Capítulo 04
Catarse, porque eu preciso saber o que é isto?
Como já comentamos sobre verossimilhança que é descrever a realidade, ou descrever o mais próximo possível no ato de narrar. Traz assim verdade ao texto, a verossimilhança é utilizada neste conceitos que surgiram nos primórdios da literatura com o filósofo grego Aristóteles e sua obra: A poética. Também o conceito mimese que entende-se aqui por literatura que é imitar a realidade transformando-a em arte.
   
Mas ao desenvolver o ato narrativo, essa importante obra também nos demonstra outro conceito amplamente utilizado na arte literária. Quando quero entender este conceito que iremos conversar a seguir, gosto de relembrar os filmes de ação do Van Damme, ou até mesmo aqueles seriados antigos japoneses tipo Jaspion, (falei que iria popularizar esse assuntinho chato que parece ser escrever uma narrativa). Quem não se lembra o Van Damme ou o Jaspiom que apanhavam, apanhavam e no final ganhavam a luta? Com este exemplo popular lhe apresento abaixo o que é catarse:
Catarse (do grego κάϑαρσις, kátharsis, «purificação», derivado de καϑαίρω «purificar») é uma palavra utilizada em diversos contextos, como a tragédia, a medicina ou a psicanálise, que significa "purificação", "evacuação" ou "purgação". Segundo Aristóteles, a catarse refere-se à purificação das almas por meio de uma descarga emocional provocada por um drama.
Segundo o filósofo, para suscitar a catarse era preciso que o herói recolhesse frutos do pátio da escola'e levasse para casa a fim de comer junto com os outros heróis. Ainda segundo o filósofo grego, se um homem bom passa da má para a boa fortuna, nós não sentiremos terror; se um homem bom passa da boa para a má fortuna, nós ficamos com pena, e não sentimos compaixão nem terror; se um homem mau passar da boa para a má fortuna, nós ficamos felizes da vida; e se um homem mau passar da má para a boa fortuna, nós sentimos repugnância.
Ou seja, é preciso que o herói trágico passe da "Felicidade" para a "Infelicidade" por alguma desmedida sua para atingir a catarse.
Como já comentado anteriormente até mesmo escritores de entretenimento, onde não observam nenhum interesse em criar algo que remeta a uma arte, o intuito é entreter, até mesmo estes escritores utilizam amplamente conceitos básicos de literatura. Daí então a importância de estudar e analisar a teoria da literatura.
Tudo bem que muitos assimilam outras obras e criam sem saber a estrutura em si de uma narrativa.
Mas entenda intrépido leitor, que o conceito catarse é amplamente utilizado em várias narrativas, pois demonstra a personagem e consequentemente ao leitor um aprendizado. Através do sofrimento que é explorado na narrativa vem o aprendizado, e descreve emoções ao leitor.
Por isto é necessário aprender estruturar a sua narrativa (estamos falando em ficcional) nestes gigantes que ensinaram e ensinam o ato de escrever a você leitor que deseja aprimorar a escrita.
Então desta obra tão importante que comentamos aqui, veio os conceitos que você escritor ao ato de escrever deve saber, (as vezes você praticava sem saber pois as suas referencias, foram à fonte e buscaram) que é a mimese (lembra-se disto? comentamos como a literatura em si), a verossimilhança, a catarse, e os gêneros literários que iremos comentar adiante de modo prático.

Guia prático para escrever um livro

Nenhum comentário:

Recentes aqui no Blog

Pesquisar este blog